segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Disney (Orlando) e Miami - Flórida - EUA

Sem sombra de dúvidas o local mais mágico que eu conheci até hoje e olha que nem estava animada para ir. rs
Passaporte (http://www.dpf.gov.br/servicos/passaporte/requerer-passaporte) e visto (http://www.melhoresdestinos.com.br/visto-estados-unidos-3.html)  na mão é hora de procurar as passagens e hotel.
Conseguimos promoções ótimas, por isso indico: pesquisem, fiquem de olho, principalmente de madrugada! Essa comprei depois da meia-noite, meu marido me ligou e avisou da promo: saiu $ 500,00 ida e volta para Miami, saindo de Brasília com Conexão em Bogotá - na Colômbia (se você pretende comprar maquiagens da MAC, aqui é o melhor local, pois a loja dentro do aeroporto não cobra a taxa de imposto - é Duty Free). Alugamos um carro direto no site da Sixt (sai bem mais barato e fomos muito bem atendidos: http://partner.sixt.de/php/reservation/start?AGIA=5107777&view=sixtgen&ctyp=P&posl=BR&wakz=BRL&language=pt_BR só para exemplificar: eu reservei  carro sem os seguros então liguei para o escritório da SIXT em SP e a atendente modificou a reserva sem custo adicional, mesmo eu tendo reservado pelo site internacional), que retiramos no aeroporto de Miami. Indicação do site: http://www.viajenaviagem.com/2012/07/orlando-miami-de-carro/.
A agência é no edifício-garagem anexo ao aeroporto, junto das outras locadoras. Há placas indicando, não tem erro, você vai pegar um metrô de superfície ou uma Van (Shuttle) que possui o nome da locadora (no 1º andar) que vão te levar até o local. A SIXT tem um serviço (grátis) que você preenche os dados na hora da reserva, no próprio site, que garante agilidade na hora da retirada do carro. Foi super simples e rápido. Eles farão um bloqueio no seu cartão de crédito que só será debitado na hora da entrega do veículo.
Se você preferir outra locadora, pode pesquisar e reservar aqui: http://www.rentalcars.com
Ressalto que comprando via Miami, saiu 40% mais em conta do que direto para Orlando e já pretendíamos ficar em Miami uns dias mesmo (o que fizemos na volta).
Na locadora você contrata o Sun Pass, um chip de pedágio para uso nas auto-estradas. Você tem a opção de pagar na cabine (para isso precisa de muitas moedas), porém o Sun Pass é muito mais prático (fique de olho! De posse do SunPass você SÓ pode passar no local indicado para isso, se não... você terá que pagar normalmente na cabine e o valor do SunPass não é devolvido, ou seja, você pagará 2 vezes!!! Obs.: lá nos EUA você roda toda a rodovia - Turnpike é a que liga Miami a Orlando - e paga só quando for sair dela). Você vai precisar de um GPS com um mapa atualizado dos Estados Unidos, alugar na locadora é MUITO caro, indico ou levar o seu do Brasil (nós fizemos isso) ou comprar um lá antes de seguir para Orlando (a Best Buy - loja de eletrônicos - mais próxima ao aeroporto de Miami é a do Dolphin Mall). Saí do Brasil com os endereços já nos favoritos do GPS (hotel, parques da Disney, shoppings, etc) para não perder tempo lá. rs
Se você pretende alugar carro, nunca saia do Brasil sem já ter feito isso. Lá na hora é caríssimo e você nem sempre encontra os mais populares com os melhores preços. Lembrando que todos os carros são automáticos e sai bem em conta alugar. O caminho Miami - Orlando é super fácil e dirigir por Orlando também. Não esqueça também dos seguros, pois em caso de acidentes ou roubo/furto pode sair bem caro e demorado. Falando em seguro... nunca vá aos EUA sem contratar um seguro-saúde, pois lá não existe saúde pública como no Brasil (o nosso SUS)  conheço inúmeros casos de pagamentos bem caros em clínicas. Eu contratei direto no site da Mondial, depois de pesquisar bastante (li várias reclamações sobre o seguro que a CVC vende): http://www.mondial-assistance.com.br/institucional/ Tenho uma dica que descobri sem querer: fiz a cotação do seguro e não contratei na hora, então ao sair da cotação veio uma mensagem na tela dizendo que se eu contratasse naquela hora ganhava um desconto, usando o código que aparecia na tela e o desconto foi de 20%, muito bom! rs
Dicas de hoteis: http://www.viajenaviagem.com/2013/09/miami-orlando-hoteis-mais-reservados/
Em Orlando nós ficamos no Clarion Lake Buena Vista, que foi indicado por vários amigos, fica a 3 km dos parques da Disney e uns 8 km dos parques da Universal. Fiz a reserva pelo  http://www.booking.com/, o hotel é muito bom e a relação custo-benefício é ótima (pagamos 2 diárias a $ 49,00 e as outras 6 a $ 69,90 - pagamento no checkout) o hotel possui wi-fi, estacionamento gratuito (a maioria cobra), secador, produtos de higiene, frigobar, forno micro ondas e cafeteira elétrica (isso é muito importante, pois na maioria das noites você chega muito tarde e cansado, sem saco para sair para jantar... nós comprávamos comida congelada e salada pronta no Walmart e deixávamos no hotel e o café da manhã é pago, para hóspedes sai $ 6,90 por pessoa, parece pouco mas para 2 pessoas por 8 dias dá uma baita economia se você comprar iogurte, cereais, pães e bolos e deixar no quarto, que também tem uma cafeteira com sachês, até porque o café do hotel não é bom. rs). O site do hotel é: http://www.clarionlbv.com/ e uma dica preciosa que dou é você solicitar no campo "pedidos adicionais" (em inglês, off course) para ficar no 1º andar (isso é muito prático na hora de chegar com compras e cansado, pois você estaciona o carro na porta do quarto) e que o quarto seja virado para a Palm Parkway Avenue (pois os quartos virados para a International Drive costumam ser barulhentos, considerando que é a maior avenida de Orlando). O hotel possui piscina, mas nem a usamos. Ninguém no hotel fala português, mas o supervisor de reservas fala espanhol (Jeff Quezada) e uma das recepcionistas também (a equipe de limpeza quase toda fala espanhol).
Importante:  tanto em Miami quanto em Orlando, se você for chegar tarde, você deve enviar um e-mail para o hotel informando o código de reserva e o "Late Checkin", solicitando para o hotel manter a reserva e confirmar para você (imprimir a confirmação) . É importante fazer isso, pois eles possuem horário limite para cancelar sua reserva caso você não chegue (depende do hotel, mas geralmente é até 16 horas - se informe no site do hotel).
Na rua do hotel tem um mercadinho (é caro, só para emergências), e vários restaurantes (Pizza Hut, o italiano Olive Garden, Burger King, etc). O hotel fica de costas para a principal avenida, a International Drive, nela você encontra quase tudo.
Parques:
Ao entrar no parque o 1º passo é ir ao Guest Relation e pegar o mapa (procurar os mapas em português) do parque (nos da Disney você pede broches também: 1ª vez, recém-casados, aniversário, viagem em família, etc).
Fomos em 4: 2 da Disney: Hollywood Studios (para os amantes de filmes) e Magic Kingdom (onde fica o castelo da Cinderella, onde é feito show de fogos, e a casa do Mikey); 1 da Universal (Ilha da Aventura - Island of Adventure - o queridinho dos adultos, é lá que estão o continente do Harry Potter e os brinquedos e heróis da Marvel) e o imperdível Sea World (esse sai de graça para militares em missão de paz pela ONU (e + 3 dependentes), basta preencher antes um formulário no site (que vai gerar um vaucher que você deve imprimir e apresentar junto com a Id da ONU na bilheteria para trocar pelo ingresso): http://www.herosalute.com/cavatx/overview.html. Um amigo nosso que é Militar aqui do Brasil conseguiu 10% de desconto. E fomos também assistir ao espetáculo fixo do Cirque du Soleil  - La Nouba (Espetacular e beeeem mais barato que no Brasil, ficamos na área Gold e saiu mais barato do que a área mais barata aqui no Brasil), compramos direto no site deles: http://www.cirquedusoleil.com/en/shows/lanouba/tickets/florida.aspx.
A Disney possui um "centrinho" chamado Downtown Disney e a Universal tem o City Walk (esse paga estacionamento). Ambos grátis.
Na Disney há o Fastpass, onde, em algumas atrações, com o seu ingresso você retira um "passe" (numa máquina geralmente próxima à entrada da atração) que possibilita o direito a uma fila consideravelmente menor do que a principal em um horário previamente estipulado. O horário de início e limite são respeitados, então só use o FastPass quando a fila normal estiver muito grande (na frente do brinquedo sempre há um painel com o tempo de espera das duas filas - a normal e a do Fastpass e quando há fila Single Rider ali também mostra, que é a fila onde pessoas sozinhas passam na frente dos grupos e duplas (pois alguns brinquedos são de 3 lugares, por exemplo, e onde já sentou um casal, vaga 1 lugar). Outra dica valiosa é: SEMPRE vá aos principais brinquedos e atrações primeiro, pois conheço gente que saiu do parque sem ir a alguns, pois deixou para o final e quando o parque está cheio realmente não dá tempo. A Universal tem um passe Vip, pago, para passar na frente em alguns brinquedos (uma entrada para cada brinquedo).
Existem outros famosos: Animal Kingdom (também da Disney), o Bush Gardens (montanha-russa), Wet'n Wild (aquático da Disney).
Os ingressos para os parques da Disney são por dia e não por parque. Quanto mais ingresso comprar junto, mais desconto você ganha, então já é bom ir com planejamento de quais parques visitar e comprar tudo junto. Nos parques da Universal você tem a opção de comprar 1 ingresso para 1 dia nos 2 parques (park-to-park). Eles ficam um em frente ao outro, mas acho que não é o caso, pois seria muito corrido e olha que fui em baixíssima temporada. A maior fila que pegamos, de todos os parques, foi a da montanha-russa do Aerosmith (minha preferida), no Hollywood Studios que levou 40 minutos, mas conheço gente que já esperou mais de 2 horas. No Magic Kingdom o Peter Pan's Fly estava com 50 minutos de fila (não entendi o porquê, pois é um brinquedo bem normalzinho, rs), então pegamos o FastPass. A fila pra tirar foto com o Mikey levou 7 minutos, mas já fiquei sabendo que ela fica beeeem longa em alta temporada. Você tem a opção de comprar os ingressos no hotel, nos sites dos parques ou diretamente na bilheteria do parque (prepare-se para a fila), quem é militar tem a opção de comprar na loja da Marinha, nos informaram que tinha desconto de 10%, mas depois percebemos que estava o mesmo valor na bilheteria do parque, talvez por ser baixa temporada. Falando em baixa temporada (março a maio, setembro a novembro)... é a melhor opção para ir aos parques, pois as filas são menores e os parques não ficam muito cheios, as temperaturas são mais agradáveis e alguns hotéis oferecem preços mais baixos (o que fiquei, por exemplo). Dizem que outubro é o melhor mês, pois as chuvas começam a diminuir e todos os parques comemoram o Halloween (dizem que é ainda mais disputado do que o Natal). Ficamos em Orlando de 30 de abril a 08 de maio e em Miami de 08 de maio a 10 de maio e só pegamos 1 dia de chuva em Orlando, o qual usamos para ir aos Outlets. rs
Leve roupa confortável, boné, protetor,  água (existem bebedouros, mas...) e lanches saudáveis como frutas, biscoitos e barras de cereal (lá dentro só há lanches bem ao estilo EUA, que no 3º dia você já não aguenta nem sentir o cheiro. rs). Em algumas atrações você não pode usar a mochila, mas eles dispõem de armários, próximos ao brinquedo, onde os 30 primeiros minutos são grátis (insere o cartão de crédito antes, mas só debita se ficar mais que isso).
Quando eu fui os parques abriam às 9 horas e fechavam às 22 horas. Mas é bom conferir antes de ir, pois no horário de verão e final de ano parece que o horário muda. Precisa ter atenção também ao horário dos desfiles, paradas e shows. O show de fogos no Castelo (Magic Kingdom), o Fantasmic no Hollywood Studios, o da Shamu e Blue Ocean (golfinhos) no Sea World são imperdíveis, bem como todas as paradas do Magic Kingdom (vá bem antes e garanta seu lugar sentado na sombra, no meio-fio da calçada) e a dos Super-heróis no Hollywood.
Sobre as compras, os principais Outlets são: Outlet Premium da International Drive e o da Vineland (em frente ao hotel), existem lojas e roupas diferentes neles, mesmo sendo da mesma rede. Para ganhar descontos entre no site e preencha um cadastro e imprima os cupons (fazer isso bem próximo da data da viagem, pois eles têm validade) e depois tem as opções de shoppings: Flórida Mall e o The Mall at Millenia (é aqui que ficam as lojas da Sony, da Apple e da MAC - cosméticos) e lojas nas Avenidas (na International Drive há lojas de todos os tipos), para artigos esportivos a Sports Authority é show de bola e para eletrônicos em geral a Best Buy (existem várias e é bem comum não possuírem as mesmas coisas) e a Newland (na International Drive) que é de brasileiros, ou seja, 90% das pessoas falam português, ao lado está a Perfumeland de artigos de beleza, cosméticos, cabelos e perfumaria também de brasileiros. As farmácias (que mais parecem mercados) Wallgreens e CVS estão por toda parte e possuem bons preços de maquiagem e artigos de beleza (mas eu achei no Walmart por preços bem mais em conta).
O Walmart é uma atração a parte, mais parece um shopping e também possui produtos eletrônicos. Também há por toda parte.
Em quase todo lugar há alguém que fala espanhol (raros lugares alguém fala português. Alguns exemplos além das lojas de brasileiros que citei ali em cima: na Sports of Authority há uma mulher casada com um brasileiro que fala o português perfeitamente, na loja da MAC no The Mall at Millenia há uma menina também que "te entende", na loja de celular da International Drive há uma mulher que fala o português de Portugal. Foi aqui que compramos o chip (com recarga pré-paga) para usar o celular lá. Passamos 11 dias ao total e lá você paga uma taxa fixa para usar a internet pelo celular o dia todo e fazer ligações nacionais. Usamos a operadora T Mobile e gostamos muito! O sinal é excelente em qualquer canto de Orlando e Miami! Para comer, principalmente em Miami, é que você precisa falar inglês. Em Orlando quase todos os lugares alguém fala Espanhol, exceto nos parques. Ah! Existe um aparelho que você pega na Guest Relation que é um tradutor simultâneo, pois as atrações contém histórias e talvez você fique sem achar graça se não entender um pouco de inglês.
Tenho um arquivo com outra informações mais detalhadas (algumas regras de trânsito, moedas, estacionamentos, melhores brinquedos nos parques), se interessar é só me pedir por e-mail: deia.leonardi@yahoo.com.br


Em Miami ficamos no Days Inn Miami International Airpoirt, super simples, mas limpo, confortável e barato, próximo ao aeroporto (o que significa ser longe de South Beach, rs mas como estávamos de carro não foi problema para nós). Na reserva dizia que o estacionamento no hotel seria de $ 4,00 por dia, mas ganhamos grátis! Como quase todo hotel nos EUA, o café é pago mas o hotel possui cafeteira de sachês e compramos bolo e pão no mercado. Você ai precisar de um GPS para andar em Miami, não pegamos trânsito ruim nunca, mas já me disseram que em horários de pico pode ficar um pouco lento. O estacionamento em South Beach é realizado com parquímetros (joga-se moedas com o valor correspondente ao tempo que pretende ficar, acho que era $ 2,00 a hora, mas não tenho certeza).
Para compras em Miami osmais conhecidos são o Sawgrass Mills (na verdade, fica em Fort Lauderdale, ao norte de Miami) e o Dolphin Mall.
South Beach é maravilhosa, o mar chega a ser mais transparente e cristalino do que o do Caribe e a areia é tão branca que dói os olhos. Fenomenal! A água quentinha... De noite a Ocean Drive (Avenida da Orla) é um agito só. Não me senti insegura e olha que andávamos bem tarde da noite pela rua, porém conheço gente que já foi assaltado lá e o pessoal costuma dizer que Miami está para os EUA como Rio está para o Brasil (guardadas as proporções), então é bom ficar de olhos abertos. Eles culpam os "latinos" pelo grande número de furtos e roubos, rs. Que fama, hein?!
Aqui você compra o ingresso para as partidas de basquete: www.nba.com/, Orlando Magic foi desclassificado 1 mês antes de irmos e o Chicago Bulls jogou no dia que chegamos à Miami, porém chegamos à noite e perdemos a partida.
Ah! Não esqueça de levar o cartão internacional de vacinação (leva o cartão normal na ANVISA e solicita o internacional, preenchendo antes um cadastro no site da ANVISA; quando eu fui, nesse cadastro eles já marcaram a data de ir na ANVISA) com carimbo da vacina contra a febre amarela tomada com pelo menos 10 dias de antecedência da viagem.
E boa viagem!!!

 Adventure Island:






Hollywood Studios:




Magic Kingdom:


Sea World:


South Beach - Miami Beach:







Um comentário:

  1. Linda as fotos! Estou passando pra te convidar a conhecer o Superbonita!

    beijos, Jaqueline

    ResponderExcluir